Pássaros Silvestres

Bigodinho – Características, Canto, Hábito e Alimentação

Bigodinho - Características, Canto, Hábito e Alimentação

Bigodinho – Características, Canto, Hábito e Alimentação
5 (100%) 1 vote

Bigodinho – Características, Canto, Hábito e Alimentação. Além disso, o Bigodinho (Sporophila lineola) também é conhecido, dependendo da região, como Bigode, Papa Capim, Bigorrilho, Estrelinha e Cigarrinha (Minas) e Bigodeiro (Ceará).

É um pássaro nativo do Brasil, podendo ser encontrado em praticamente todo o país, com exceção do Rio Grande do Sul, Acre e Rondônia. Hoje no blog Passaro.org vamos detalha tudo sobre o Bigodinho, tais como Características, Alimentação, Canto e Habitat!

Bigodinho
Bigodinho

É uma ave migratória e durante o inverno da região sul, voa para a Amazônia e para os estados do Nordeste, principalmente Rio Grande do Norte e Ceará. No Espírito Santo e Paraná, aparecendo em dezembro para nidificar e sumindo em março e abril.

Na região leste do Maranhão e do Piauí surge apenas pela parte de maio. No sul de Minas Gerais só surge em novembro e desaparecer em abril.

Características do Bigodinho:

O Bigodinho é uma ave com um canto melódico e alto, muito apreciado pelos criadores. Como os Azulões, vivem em pares e não em bandos, mas em muitas ocasiões, quando não em época de reprodução, podem se juntar aos outros.

  • A cauda é pouco longa;
  • O corpo é delgado;
  • A fêmea tem uma silhueta mais delicada do que a maioria das outras espécies do gênero;
  • Ela e os filhotes são todos pardos na plumagem;
  • As partes inferiores são um pouco mais clara;
  • Macho bigodinho tem a sua plumagem preta e branca;
  • O contraste do negro com as áreas mais claras são bem marcantes;
  • O nome “bigodinho” é por causa das manchas em brancos nas laterais do bico;
  • No alto da sua cabeça há uma estria bem branca;
  • As partes inferiores são levemente cinza claro e, sob sol forte, podem parecer brancas;
  • O seu bico é pequeno e todo negro;
  • A parte da garganta é toda negra;
  • A sua cabeça é um pouco mais volumosa;
  • O bico é relativamente pequeno e com tom amarelado, principalmente na parte inferior;
  • A íris é escura;
  • O tarso é acinzentado;

Diferença Entre Macho e Fêmea:

O macho tem a cabeça, dorso e asas pretos, marcado por duas manchas brancas na região das “bochechas” (tecnicamente, a chamada região malar) e uma listra branca no alto da cabeça. A fêmea é parda, semelhante às fêmeas de outras espécies do gênero Sporophila.

bigodinho femea
bigodinho fêmea

Canto:

Reprodução do Bigodinho:

Vive em pares espalhados durante o período reprodutivo. Tem de 2 a 4 ninhadas por ano, com 2 a 3 ovos em cada uma. Como nas demais espécies do grupo, o macho demarca o território, cabendo à fêmea toda a tarefa reprodutiva.

Na natureza, a reprodução ocorre entre Setembro e Janeiro, época de primavera e verão. Como acontece entre a maioria das espécies, cabe ao macho demarcar e proteger o território e a fêmea confeccionar o ninho. Já em cativeiro, é preciso reproduzir artificialmente as condições de acasalamento natural.

Reprodução do Bigodinho
Reprodução do Bigodinho

Primeiro é preciso deixar o macho e a fêmea em gaiolas separadas, mas próximas ou usando a divisão das gaiolas criadeiras, dessa forma o macho irá cantar para fêmea, fazendo com que ela aos poucos o aceite.

É preciso comprar um ninho em forma de taça e deixar material na gaiola, como fibra de coco e raiz de capim seco para a fêmea deixar o “berço” a seu gosto.

Hábitos do Bigodinho:

Costuma formar bandos mistos com outros papa-capins no período de descanso. Sobe nos pendões de gramíneas para comer as sementes.

Alimentação do Bigodinho:

Alimenta-se basicamente de sementes. E é atraído facilmente com milho triturado (quirera).

A ração para essa espécie de ave é uma mistura de semente como alpiste, vários tipos de painço, senha etc. Verduras também podem fazer parte da dieta dessa ave como chicória, almeirão e couve.

Também é atraído por milho triturado e jiló. Existem diversas misturas de sementes prontas para Canários à venda em lojas de produtos para animais e podem ser usadas tranquilamente.

Cuidados Básicos:

Alguns cuidados com as aves devem ser diários, como a troca da água e a limpeza do viveiro. Os comedouros devem ser limpos regularmente para evitar a formação de bolor, causada por restos de alimentos. Muitas aves adoram se banhar e essa prática faz bem à saúde do animal.

É portanto, é recomendado deixar à disposição uma banheira com água sempre limpa, para que se refresque. O Bigodinho gosta bastante de tomar banho, até mesmo no frio.

O Bigodinho não costumar ser difícil para reproduzir, seja em viveiros ou gaiolas. No caso dos viveiros, basta colocar o casal junto durante a época de reprodução, assim farão o ninho e acasalarão.

Como gaiolas, são preferíveis que sejam as de metal, pois são mais fáceis de limpar e podem ser desinfetadas regularmente.

Se versões de madeira possuem muitas frestas, o que facilita a proliferação de insetos e parasitas. O ideal é a reprodução ocorrer em grandes gaiolas criadeiras de metal, se possível.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar