Início » Aves » Cambacica: origem, espécies, características, alimentação e reprodução

Cambacica: origem, espécies, características, alimentação e reprodução

Cambacica

Cambacica (Coereba flaveola) é uma ave que pertence à família Coerebidae, esta espécie mede aproximadamente de dez centímetros e pesa aproximadamente dez gramas.

cambacica
cambacica

Além disso, a cambacica tem dorso marrom, peito amarelo, pescoço cinza e cabeça listrada de preto e branco.

Sobretudo, esta espécie não possui dimorfismo sexual, ou seja, o macho e a fêmea apresentam a mesma cor.

Ele alimenta-se de néctar e artrópodes, é uma ave ativa, até mesmo no canto, e costuma tomar banho diversas vezes ao dia para se limpar do néctar que costuma ser pegajoso na plumagem.

Hoje no blog dos pássaros vamos trazer aos nosso leitores algumas informações sobre esse maravilhoso pássaro e origem.

Origem

origem da cambacica
origem da cambacica

A cambacica é uma ave de origem nativa da região Neotropical (do México Central ao sul do Brasil).

Subespécies

Além disso, existem 41 subespécies válidas, cinco delas presentes no Brasil:

– Coereba flaveola alleni: Mato Grosso e Bolívia.
– Coereba flaveola chloropyga: Peru, Bolívia, Paraguai, Brasil e Argentina.
– Coereba flaveola intermedia: Colômbia, Peru, Venezuela, Brasil.
– Coereba flaveola minima: Colômbia, Venezuela, Guianas, Brasil.
– Coereba flaveola roraimae:  Venezuela, Brasil e Guiana.

Características da cambacica

caracteristicas da cambacica
caracteristicas da cambacica

A cambacica é uma ave com peso médio de 9,5 gramas e comprimento do corpo de 10,5 a 11,5 cm, possui bico fino, preto, levemente curvo e pernas e cauda curtas.

Sua coloração geralmente segue o seguinte esquema:

A garganta é cinza, o peito e a barriga são amarelo-limão, o dorso é marrom a cinza escuro, a cabeça é preta e há uma larga faixa branca entre as sobrancelhas.

Por causa de sua aparência, muitos o comparam a uma felicidade em miniatura.

As várias subespécies podem ter cores ligeiramente diferentes, mas algumas são completamente pretas, enquanto outras podem ter menos ou menos cores.

Hábitos

habitos da cambacica
habitos da cambacica

Além disso, esta ave é conhecida por ser ágil e inquieta, e tende a ser solitária e nômade.

Não parece ser territorial e os machos não competem com outros machos pelas fêmeas.

Em áreas habitadas por humanos, está muito familiarizado com ela, permitindo encontros próximos e até mesmo penetrar em casas em busca de alimentos.

Além disso, machos e fêmeas desta espécie não participam da reprodução e estabelecem ninhos separados para pernoites.

Alimentação da cambacica

Cambacica
Cambacica

A cambacica é uma ave que se alimenta de néctar, sendo capaz de perfurar as flores perto de suas bases quando as flores são profundas demais.

Além disso, ela disputa o néctar das flores com os beija-flores, dessa forma  frequenta avidamente os bebedouros com água açucarada.

Reprodução da cambacica

reproducao da cambacica
reproducao da cambacica

Embora as formas de reprodução possam variar ligeiramente entre as subespécies, a cambacica constrói um ninho em que põe de um a três ovos de cor branco-creme.

Além disso, às vezes de tom rosado e com pintas marrons, em geral ocorrem várias nidificações em um ano, transcorrendo um período de cinco meses dedicado à alimentação dos filhotes.

Em algumas regiões a nidificação está sincronizada com as primeiras chuvas da estação úmida.

A chocagem dos ovos e alimentação e proteção da prole são realizados quase exclusivamente pela fêmea.

Canto

Predadores

Os predadores da cambacica são os sagui-de-tufo-branco, cobra-verde e o gavião-miúdo.

Distribuição geográfica da cambacica

distribuicao geografica da cambacica
distribuicao geografica da cambacica

Esta espécie de ave pode ser encontrada em quase todas as regiões do país, podendo estar ausente de regiões extensivamente florestadas, como no oeste e centro da Amazônia.

Vale ressaltar que ela também é encontrada desde o SE México, América Central e Caribe e em todos os países da América do Sul, com exceção do Chile, Uruguai e raramente nos Estados Unidos (Flórida) e Cuba.

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.