Aves

Codornas – Características, Alimentação e Reprodução!

Codornas – Características, Alimentação e Reprodução!

Codornas – Características, Alimentação e Reprodução!
5 (100%) 1 vote

Codornas e suas Características, Alimentação e Reprodução! Alem disso, Vamos te Mostra Toda a Historia até meios de Produção. As Codornas são aves de pequeno porte, muito dóceis e de fácil manuseio(e pode se tornar muito lucrativa também).

Ela não é muito exigente em sua alimentação pois come diversos tipos de alimentos(veja na seção sobre alimentação), vive bem na maioria dos climas, é uma ave bem caseira. Na seção sobre Codornas você irá saber tudo sobre elas: Tudo sobre alimentação, Manutenção dos viveiros ou gaiolas, manuseio delas, higiene(que é um fator muito importante).

codorna
Codornas

A criação de Codornas vem ganhando cada vez mais adeptos nas últimas décadas. São animais inteligentes e sociáveis, mas requerem muita atenção quanto a sua higiene e nutrição. Conhecer os cuidados específicos que essas aves requerem é fundamental para preservar a saúde de seus animais de estimação e do lar.

Características da Espécie:

O termo “codorna” denomina popularmente a menor espécie de ave galinácea da família Phasianidae, que habita a Europa. Seu corpo é pequeno e arredondado, mas com longas asas, permitindo a elas a capacidade de voar longas distâncias. Uma anatomia ideal para uma ave nômade que migra entre os 5 continentes, principalmente entre a África e a Eurásia.

Outra característica importante é a coloração de sua plumagem. Os tons pardos, marrons e negros permitem uma camuflagem quase perfeita com o solo e com os troncos das árvores. Isso confunde seus predadores e ajuda a proteger a espécie.

Diferenças Entre Machos e Fêmeas:

Machos e fêmeas são muito parecidos. No entanto, os machos se destacam por possuírem uma pequena mancha negra (parecida com uma âncora) em sua garganta, no início do bico.

As fêmeas também costumam ser um pouco maiores: enquanto um macho de codorna pode pesar entre 70 e 100 gramas, uma fêmea costuma atingir entre os 85 e os 135 gramas.

Existem diferentes raças de Codornas. As que se encontram mais comumente em lojas de animais e criadouros de aves são a Gambel, a Blue Valley, a Giant White e a Pharaon. Cada uma delas possui sua própria característica reprodutiva e se adapta melhor a uma determinada função.

Por isso, é importante pesquisar melhor sobre as raças e seus comportamentos antes de investir na criação de Codornas.

Ambiente Apropriado Para as Codornas:

Deve ser tranquilo, com boa ventilação, mas livre de correntes de ar, e iluminação programada entre 14 e 16 horas por dia, porém, sem entrada de luz solar direta sobre as aves.

Melhor se a temperatura for mantida entre 24 ºC e 27 ºC e a umidade relativa próxima a 60% para aves adultas em produção. Instale no galpão, onde as gaiolas ficarão acomodadas, cortinas de cores preferencialmente azuis ou verdes.

Codornas
Codornas

Gaiolas:

De arame galvanizado, podem ficar dispostas na posição piramidal ou em baterias – uma em cima da outra. Indicam-se as de tamanho de 30 x 30 x 30 centímetros com altura de 12 a 15 centímetros. Vendidas em lojas de produtos agropecuários, como os comedouros e os bebedouros, na Gaiola possui extensão com declive para o deslizamento dos ovos e bandeja na base, para depósito das fezes sem contato com os pés das Codornas.

Cuidados:

Sem um protocolo de vacinação específica, proteja as Codornas. Evite o fluxo de pessoas no local e impeça o acesso de predadores fechando o galpão com telas de arame de, no máximo, meia polegada de largura. Aplique medidas profiláticas contra roedores, moscas e outras pragas.

Alimentação:

Tem de ser de acordo com a idade e a finalidade da criação da codorna (carne ou ovos). Tecnicamente, as dietas são divididas nas fases de cria, que vai de um a 21 dias de vida; recria, de 21 a 35 dias; e produção, de 35 dias até o fim do período produtivo.

A recomendação é usar rações para fase inicial, de crescimento e de postura, com 25% de proteína bruta, 3.000 quilocalorias por quilo de alimento, 3,5% de cálcio e 1,1% de fósforo. A alimentação representa de 70% a 80% dos custos de produção.

Reprodução:

A fêmea inicia o período de reprodução entre 35 e 42 dias de vida, enquanto o macho aos 75 a 90 dias. Contudo, sugerem-se para incubação ovos férteis com peso superior a 11 gramas obtidos após 42 dias de vida da mãe. Depois de 16 a 17 dias incubados, os ovos eclodem para o nascimento dos filhotes de codorna, com peso próximo a 6 gramas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar