Aves

Sabiá-Laranjeira: Características, Reprodução, Alimentação e Canto

Sabiá-Laranjeira: Características, Reprodução, Alimentação e Canto!

Sabiá-Laranjeira: Características, Reprodução, Alimentação e Canto
Gostou do post? Avalie!

Sabiá-Laranjeira: Características, Reprodução, Alimentação e Canto que você precisa conhecer. Além disso, o Sabiá-Laranjeira é um pássaro que tem o nome cientificamente conhecido por Turdus Rufiventris e que é pertencente a família Turdidae.

Em inglês seu nome é popular por Rufous-bellied Thrush. Desde 2002 o Sabiá-Laranjeira representa o Brasil, isto por causa de sua grande popularidade no país, seja entre os amantes por pássaros ou por compositores e poetas.

Sabiá-Laranjeira
Sabiá-Laranjeira

Outros nomes que o pássaro possui são Sabiá Gongá, Sabiá Peito-Roxo, Sabiá Amarelo e Sabiá Vermelha. A criação de Sabiá-Laranjeira é muito divulgado pelo país, principalmente por causa de seu canto melodioso. Vale ressaltar que somente criadores com registro no Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) poderão ter esse belo pássaro em sua residência.

Características do Sabiá-laranjeira:

O pássaro costuma medir aproximadamente cerca 25 centímetros de comprimento. A plumagem dele é parda, com restrição da região do ventre, que se destacada pela cor vermelho-ferrugem, levemente alaranjada.

Não há dimorfismo sexual, ou seja, ambos são idênticos. A fêmea também pode cantar, mas numa frequência bem reduzida que o macho. Se for cuidado bem, o pássaro pode chegar a viver cerca de vinte e cinco a trinta anos.

Distribuição do Sabiá-laranjeira:

O pássaro prefere viver em ambientes livres como pomares, bordas de matas, entorno de estradas, capoeiras, quintais e praças. Ele sempre busca ficar perto de lugares com bastante água. A espécie está presente em quase todos os estado litorâneos, Mato Grosso do Sul, Goiás e Mato Grosso. Sua distribuição acontece em praticamente todo o território do Brasil à exceção da floresta amazônica.

Alimentação do Sabiá-laranjeira:

Se o Sabiá-Laranjeira vive na natureza, ele possuirá uma alimentação farta e pouco específica. Isso porque o pássaro pode comer desde minhocas e vermes até frutas como amora, mamão e banana.

Além disso, existe ração específica que pode ser usada para alimentação do pássaro. Tal ração é fácil de ser encontrada em lojas de produtos para animais. Na época da reprodução é importante oferecer larvas de tenébrio para a fêmea.

Quando o Sabiá-Laranjeira estiver com seus filhotes no ninho, deve-se dar uma alimentação especial para eles. Além dos alimentos já citamos acima, dê cinco larvas de tenébrio ou/e minhocas pela manhã e outras cinco durante a tarde.

Além disso, frutas devem estar sempre a disposição e uma boa farinhada a base de ovo também pode ser benéfica para a espécie. Isso trará boa fonte de minerais e vitaminas que garantirão que os filhotes cresçam saudáveis e em pouco tempo.

Reprodução do Sabiá-laranjeira:

Antes de começar a falar sobre a reprodução do Sabiá-Laranjeira em cativeiro, precisamos comunicar sobre o fato da necessidade de se ter o registro do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA). Sem esse registro você não pode ter os pássaros, portanto, procure se informar mais detalhadamente sobre o registro legalmente de pássaros.

Na temporada de reprodução do Sabiá-Laranjeira, ele procura uma fêmea, e juntos vão escolher um lugar aonde irão fazer o seu ninho. Tal ninho é construído basicamente de folhas finas e gravetos, chegando a ser reforçado por barro quando se precisa. O ninho é normalmente feito em forquilhas de árvores de porte médio. A criação de Sabiá-Laranjeira vem crescendo progressivamente no Brasil.

Na natureza, geralmente o Sabiá-Laranjeira faz a reprodução entre os meses de janeiro e setembro, portanto, você pode seguir estes meses em sua criação. Até os doze meses de idade os pássaros estão prontos para o acasalamento. A fêmea geralmente faz três posturas anualmente, botando de dois a três ovos em cada uma, podendo tirar de seis a nove filhotes anualmente.

Sabiá-Laranjeira Habitat
Sabiá-Laranjeira Habitat

Os filhotes nascem aos 13 dias depois de a fêmea deitar e inicia a sair do ninho também aos 13 dias de vida, podendo ser separado da fêmea com trinta e cinco dias. Quando está em processo de se reproduzir torna-se territorial, demarcando uma área geográfica, não aceitando a aproximação de outras aves da mesma espécie.

Como Acasalar o Sabiá-Laranjeira em Casa:

Se você deseja acasalar o pássaro, primeiramente vai precisar de um viveiro ou uma gaiola bem adequada. Desta maneira, os pássaros poderão viver bem e com saúde. A gaiola precisa ter no mínimo 1 metro de comprimento por 45 centímetros de profundidade e largura. Dê preferencia, coloque-a em um lugar que receba sol pela manhã.

Após começar o processo de acasalamento, você deve evitar a movimentação da gaiola ou do viveiro; evite colocar coisas estranhas dentro da gaiola, pois os pássaros se assustam facilmente, podendo vir a se machucar.

Sempre limpe recipientes de comida e água, trocando-os todos os dias. Evite colocar os pássaros em lugares com muito calor e exposição a correntes de ar.

Canto do Sabiá-Laranjeira:

O canto da Sabiá-Laranjeira é muito admirado pelos amigados de pássaros, parecendo-se ao de uma flauta tocada melodiosamente. A vocalização do canto é monótona, sendo ligada a uma espécie de dialeto, com notas e repetições específicas. Tal canto pode ser escutado até a 1 km de distância e com certeza escutar um sabiá cantando é uma fonte de tranquilidade e alegria.

O site passaro.org agradece a sua visita. Se pretende ler mais artigos parecido com esse, recomendamos que veja: Gavião Pega Macaco.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar