Pássaros Silvestres

Tico Tico: Características, Cantos, Como Criar e Alimentar!

Tico Tico: Características, Cantos, Como Criar e Alimentar!

Tico Tico e suas Características, Cantos, Como Criar e Alimentar. De nome científico: Zonotrichia capensis, o Tico Tico é uma ave da família Emberizidae. Distingue-se pela sua coloração rajada de marrom, negro e cinza e pelo seu topete.

Tico Tico mede cerca de 13,5cm a 15cm de comprimento. Tem um bico curto e cônico, e a cabeça se distingue por apresentar um pequeno topete e diversas listras negras contra um fundo acinzentado. O pescoço é contornado por uma faixa marrom-avermelhada que desce para a frente até a altura do peito. Hoje no blog Passaro.org vamos detalha tudo sobre o Tico Tico, tais como Características, Cantos, Como Criar e Alimentar!

Tico Tico
Tico Tico

Não há dimorfismo sexual evidente, mas as fêmeas costumam ser um pouco menores que os machos. As suas subespécies apresentam variações que podem ser significativas, especialmente nas faixas da cabeça e pescoço e no tom das cores.

As populações mais ao sul e as que habitam altitudes mais elevadas tendem a possuir asas mais pontudas e menos arredondadas. Todas essas diferenças são evidentes em seus extremos, mas se diluem num continuum gradual entre as subespécies que habitam áreas vizinhas.

Características Físicas do Tico Tico:

Quando adulto o Tico Tico fica com um corpo compacto e atarracado. Sua cabeça é cinza com largas listras pretas que vão desde o início do bico até a nuca, e listras mais finas que passam pelos olhos e abaixo das bochechas, apresentando ainda um pequeno topete.

Os lados da nuca e do peito são de uma cor cinza esbranquiçada e a parte superior é preta com listras amarelo-marrom. O bico é cônico e forte, com a garganta tendo a cor branca. Os filhotes de Tico Tico são mais pardos, com cores mais apagadas e sem as marcações dos adultos. Existem cerca de 25 a 29 subespécies.

Alimentação do Tico Tico:

O Tico Tico alimenta-se de sementes, brotos, frutas, insetos (besouros, Formigas, grilos, cupins alados e larvas). Costuma frequentar comedouros com sementes,bananas e quirera de milho. Também já foi visto comendo ração para cães. Quando em cidades, tende a se alimentar de restos de comida humana, o que pode fazê-lo desenvolver doenças, como excesso de colesterol e glicose no sangue.

Canto do Tico Tico:

O Tico Tico é famoso por suas diversas vocalizações. Seus cantos têm sido intensamente estudadas desde os anos 1970 por diversos especialistas nos Estados Unidos. O pássaro apresenta um canto noturno, que é muito diferente do canto normal. Ele é produzido quando o pássaro fica muito assustado, sendo bem interessante ficar observando o Tico Tico cantando.

Caso você queira fazer o download do canto, basta clicar AQUI. Espero que tenha gostado do canto!

Acasalamento do Tico Tico:

tico-tico
tico-tico

A época de reprodução do Tico Tico normalmente acontece quando a disponibilidade de alimentos é grande. Geralmente ocorre na época das chuvas, portanto pode variar muito conforme a localização do pássaro. O ninho é no formato de taça, sendo feito de material vegetal seco e forrado com gramíneas finas.

Costuma ficar a poucos metros do chão. A fêmea põe de 2 a 5 ovos de cor verde azulado, com algumas manchas marrom-avermelhadas no topo. Os ovos serão incubados pela fêmea durante 12 a 14 dias e ela contará com a ajuda do macho na alimentação dos filhotes, que permanecem no ninho por cerca de 2 a 3 semanas.

Reprodução do Tico Tico:

Durante a reprodução o Tico Tico vive estritamente aos casais sendo extremamente fiéis a um território, que o macho defende energicamente contra a aproximação de outros machos de sua espécie. Tornam-se assim fáceis vítimas de caçadores. O ninho é uma tigela aberta e rala, feito de capim seco e raízes. A fêmea bota de dois a cinco ovos, que são de campo esverdeado com uma coroa de salpicos avermelhados no pólo obtuso.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar