Aves

Bicudo: Características, Habitat, Alimentação e Reprodução

Bicudo: Características, Habitat, Alimentação e Reprodução!

Bicudo: Características, Habitat, Alimentação e Reprodução
Gostou do post? Avalie!

Bicudo: Características, Habitat, Alimentação e Reprodução que você talvez desconheça. Além disso, o Bicudo que tem o nome científico de Oryzoborus maximiliani é um pássaro silvestre julgado como nobre e recebe esse nome devido ao largo e grande bico. É uma espécie muito próxima do curió e, assim como ele, é um excelente cantador.

Nos dias atuais há 2 variedades de Bicudo: o Oryzoborus crassirostris, que pode ser achado no Amazonas, e o Oryzoborus crassirostris maximiliani, que pode ser achado em Goiás, Mato Grosso, Bahia, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Espírito Santo.

Bicudo
Bicudo

Características do Bicudo:

Apesar de ser uma ave com a aparência um pouco mais elevada que o curió, entre 15 e 16 cm, o Bicudo tem a mesma cor preta, com uma pequena mancha branca na asa. O peso do pássaro pode chegar até 25 g e sua envergadura, aos 23 cm. A cauda dele é feita de doze penas e cada asa, dezessete penas.

À medida que o Bicudo vai envelhecendo, a aptidão é que o bico vá gradativamente ficando mais escuro. Já a forma da cabeça sofre umas variações dependendo da região e da subespécie.

Os movimentos do pássaro são harmoniosos e compassados. Possui um campo de audição e visão muito aguçados, por isso pode voar bem alto. A velocidade do passáro voando é muito rápido, beneficiada pela envergadura e pelo tamanho da cauda e, principalmente das asas, além do pouco peso em relação à dimensão do corpo.

Habitat do Bicudo:

O pássaro possui um comportamento nômade, que está sempre migrando e, se for perseguido, reage de imediato mudando de território. Não gosta de frio e evita lugares com temperaturas abaixo de 25°C.

Vale lembrar que o Bicudo é um pássaro territorial, isto é, domina um espaço de terra onde nidifica e não permite a chegada de outros exemplares de sua espécie. A agressividade também é mostrada para com outros tipos de pássaros, desde que entenda que está sendo perturbado ou que corre algum tipo de ameaça.

O território do pássaro seria como um círculo ao redor do seu ninho em torno de 100 m de diâmetro, onde o seu canto pode ser ouvido com clareza. Dependendo da população existente na região, esse diâmetro de território poderá ser menor ou maior.

Embora possa não parecer, a fêmea também é muito agressiva e pode travar luta de morte com outra fêmea para defender o seu território e o seu macho. Ela não aceita a presença de outra fêmea de forma alguma, e pode tornar-se mais agressiva e violenta que o macho.

Alimentação do Bicudo:

O Bicudo na natureza se alimenta de sementes de tiririca e também de sementes de capim-navalha, já que é uma ave granívora. Agora se o Bicudo vive em cativeiro, ele pode ser alimentado de alpiste, níger, arroz, painços de diversos tipos, entre outros. Contudo, caso você deseje fornecer à ave verduras, cuidado com os agrotóxicos presentes nelas. Da mesma maneira, o criador do pássaro deve dar ao Bicudo água de qualidade.

Bicudo Habitat
Bicudo Habitat

Reprodução do Bicudo:

O Bicudo concebe pouco na natureza, estando quase extinto, mas, há lugares onde ainda é possível encontrá-lo; a formosura de seu bico reluzente ao sol lhe deu o nome de “Bicudo”. O macho da espécie pode chegar a atingir a maturidade sexual de doze a dezoito meses. Já a fêmea da espécie pode alcançar sua maturidade sexual dos 6 aos doze meses.

A temporada de reprodução da espécie acontece entre a Primavera e o Verão, quando o Bicudo fêmea faz um ninho em forma de xícara, onde coloca seus ovos após a cópula. A incubação dos ovos de Bicudo acontece por volta de treze dias após a postura, quando nascem os filhotes. Estes, após trinta dias de vida, já estão prontos para sair do ninho.

Canto do Bicudo:

Quando está cantando, o Bicudo tem o hábito de ficar com o peito para frente e a cauda baixa, em posição ereta, com um ângulo de 80°, para destacar sua elegância. O canto do pássaro é parecido com o som de uma flauta, independentemente do dialeto regional ou estilo. Clique no “play” para reproduzir o som do pássaro.

O site passaro.org agradece a sua visita! Se pretende ler mais artigos parecido com esse, recomendamos que veja: Conure dourada.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar