Aves

Cardeal do Nordeste – Características, Alimentação, Reprodução e Hábitos!

Cardeal do Nordeste – Características, Alimentação, Reprodução e Hábitos!

Cardeal do Nordeste – Características, Alimentação, Reprodução e Hábitos!
5 (100%) 1 vote

Cardeal do Nordeste e Suas Características, Alimentação, Reprodução e Hábitos O cardeal, cujo nome científico é Paroaria coronata pertence a família Thraupidae, que e a mesma família dos Canarios e Também é conhecido como cardeal-do-sul, guiratirica, tié-guaçu, paroara e principalmente como cardeal-de-topete vermelho. Ele é considerado como uma das aves símbolo do Rio Grande do Sul, especialmente por conta de sua valentia quando está defendendo seu território! O nome da espécie faz referência as roupas usadas pelos cardeais da igreja.

A criação de Cardeal do Nordeste em cativeiro, regulamentada pelo IBAMA, é uma das melhores formas de evitar este comercio ilegal e preservar os pássaros. Em passaro.org, gostaríamos de explicar as principais características do Cardeal do Nordeste. Também o que comem e seu habitat, de uma maneira muito simples para que, se você quiser, você possa compartilhá-lo com seus filhos.

Características do Cardeal do Nordeste:

Mede 18cm de comprimento. Pássaro de extraordinária beleza física e sonora. De colorido cinzento no dorso e branco no ventre. A cabeça é de cor vermelha com penas alongadas em penacho para cima.

Habitat do Cardeal do Nordeste:

Bordas de arrozais, campos com vegetação alta e bordas de matas. Podem ser vistos em áreas urbanas também.

Hábitos do Cardeal do Nordeste:

Os cardeais são territorialistas no período de reprodução e, assim como a maioria dos pássaros canoros, formam bandos na época de muda.

Alimentação de uma Criação de Cardeal do Nordeste:

A alimentação básica para uma criação de Cardeal do Nordeste consiste em alpiste e painço. Também podem ser fornecidos sementes de girassol, rodelas de pepino, folhas verdes e frutas, como por exemplo a maçã. Eles também gostam de larvas de Tenébrio ou pequenos grilos. Água limpa para beber deve ser fornecida diariamente.Cardeal do Nordeste

Acasalamento do Cardeal do Nordeste:

Antes do acasalamento o macho corteja a fêmea, dançando em frente a ela, com as penas da cauda abertas e normalmente segurando algo no bico, como um ramo para fazer o ninho. Gosta de construir seu ninho em vegetação mais fechada, entre 02 e 04 metros do solo.

Normalmente irá fazer a postura de 3 a 4 ovos, que serão encubados pela fêmea por cerca de 13 dias. Com cerca de 40 dias os filhotes de Cardeal do Nordeste já estão independentes e podem ser separados dos pais.

A criação de Cardeal do Nordeste em cativeiro será facilitada se for feita em viveiros grandes e arborizados, mas também é possível reproduzir estes pássaros em gaiolas. Viveiros de pelo menos 1 metro de comprimento por 2 metros de altura, tendo um arbusto denso são uma boa pedida. O local de criação deve ficar afastado de correntes de ar, ser bem iluminado e ter água em abundância.

Solte o Cardeal do Nordeste macho sozinho no viveiro, deixe-o por alguns dias para que ele possa demarcar o seu território e, em seguida, solte a fêmea de cardeal no viveiro.

Canto do Cardeal do Nordeste:

O canto de Cardeal do Nordeste é grave, com uma cadência de assobios curtos, que normalmente variam de 3 a 4 notas. Os machos adoram fazer duetos, cantando juntamente com as fêmeas. Ele costuma cantar em quase todos os meses do ano, e tem a capacidade de conseguir imitar canto de alguns pássaros. É uma experiência fantástica poder escutar um Cardeal do Nordeste cantando. Se pretende ler mais artigos parecido com esse, recomendamos que veja: Pinguim Africano.

DEIXE SEU COMENTÁRIO!

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar