Pássaros Exóticos

Noivinha: Características, Alimentação, Reprodução e Canto!

Noivinha-branca: Características, Alimentação, Reprodução e Canto!

noivinha (Xolmis velatus), é uma ave típica de áreas campestres, conhecida também como lavadeira, lavadeira-grande, lavandeira (Maranhão), Noivinha (Pernambuco) e pombinha-das-almas

Além disso, este pássaro mede cerca de 20 centímetros.

Noivinha
Noivinha

Ela apresenta a maior parte do corpo branca, com suas asas e a cabeça acima dos olhos acinzentados, além de cauda quase preta.

Muito parecida com outros membros da subfamília fluvicolinae, às vezes a Noivinha é confundida com o Primavera (Xolmis cinereus), se distinguindo desta pelas cores mais claras de seu corpo.

Características da noivinha:

A noivinha é uma ave que mede entre 17 e 18 centímetros de comprimento, ela possui uma coloração quase toda branca.

Com apenas as rêmiges primárias (penas da ponta das asas), bem como a ponta das penas da cauda são negras e também são pretos o bico e as pernas da noivinha.

Alimentação da noivinha:

A noivinha é um pássaro que se alimenta de insetos e caça em pequenos vôos, podendo consumir também pequenos frutos.

Além disso, ela também pode ser avistada pousada em árvores, postes e fios, de onde faz seus curtos vôos caçando pequenos insetos voadores, sua principal fonte de alimentação.

Por outro lado, as matas nos arredores das cidades, a noivinha pode ser encontrada facilmente quase sempre sozinha ou em casais em árvores isoladas em meio à paisagem.

No entanto, por ser uma espécie migratória, é comum encontrá-la em quase todo o território brasileiro.

Distribuição geográfica da noivinha:

Este pássaro  vive na caatinga, nos campos com arbustos e árvores esparsas, no foz do Amazonas, na beira de brejos, Paraná e Mato Grosso.

Ele é originalmente do Brasil nos estados do Nordeste do Maranhão à Bahia.

No entanto, com a ampliação da região Sudeste começou a aparecer no Rio de Janeiro em meados da década de 1950.

Além disso, essa ave migratória é comum encontrá-la em quase todo o território brasileiro.

Reprodução da noivinha:

Além disso, seus ninhos são abertos, em formas de cestinho, tigela ou taça.

Dessa forma ela aproveita os ocos de árvores e ninhos abandonados de João de Barro para construí-los.

Além disso, a Noivinha fêmea põe cerca de 3 ovos e os choca por aproximadamente duas semanas.

Já os pais alimentam os filhotes e lhes trazem o alimento no bico.

Comportamento da noivinha:

Noivinha dá o ar da graça no início da manhã, em determinadas situações abre as suas asas e as movimenta abrindo-as e fechando-as rapidamente, neste momento o seu canto passa a apresentar ritmos e tons mais complexos.

Apresenta um grau de confiança em relação ao homem, pois costuma se aventurar, por exemplo, em uma piscina ao perceber um objeto boiando e que a sustente. Ao observador, permite certa aproximação a uma curta distância.

Noivinha habitat
Noivinha habitat

A Noivinha (Xolmis irupero) sua subespécie consegue peneirar muito bem, equilibrando-se no mesmo ponto no ar, assim como os beija-flores. Na Caatinga seca contra o céu azul destaca-se pela alvura (brancura) de sua plumagem e de sua extrema elegância de voo. É considerada uma das aves mais lindas do sertão nordestino.

Canto:

A Noivinha (Xolmis velatus) é uma ave mais silenciosa ao longo do dia, mas surpreende à noite, em específico de madrugada, com seu canto intenso: um pio monótono, repetido a intervalos de 1 a 5 segundos; com pouca frequência faz ouvir esse assovio também à noite.

Hábitos:

A Noivinha Sabe peneirar muito bem, mantendo-se no mesmo ponto no ar, adejando as asas como os beija-flores. Na caatinga seca contra o céu azul destaca-se pela alvura de sua plumagem e de sua extrema elegância de voo. É uma das mais lindas aves do sertão nordestino.

Se pretende ler mais artigos parecido com esse, recomendamos que veja: Atoba.

Alan Costa

Sou Graduado em ornitologia pela (UFRJ) Universidade Federal do Rio de Janeiro, sou um amante da vida natural, é focado em sempre levar boas informações aos leitores.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar